Quarta-feira, 4 de Maio de 2011
Direitos adquiridos, cumpridos e reclamados
A Angelina Jolie (atentem na referência altamente revolucionária e erudita) tem algures tatuado uma frase dos Clash : "Know your rights" - ela acertou não só no namorado e no regime alimentar, mas também no que gravou na pele.
Este texto, por mais contestado que seja, aponta-nos o dedo ao perigo de um protesto não-esclarecido "Só conhecendo integralmente os nossos direitos, podemos perceber em que sentido nos é possível avançar. Como saber o que podemos ter se não soubermos o que já temos?".
Amanhã, 4a. feira, Ana Teresa Mota, ex-directora de recursos humanos, actual mãe a tempo inteiro, toda flexibilizada em consultoria através do coaching online, vai-nos explicar, a flexibilidade e os direitos que já temos e, o mais importante, a melhor forma de os reclamar.
Mais, vai estar disponível para responder a pergundas indiscretas, trabalhar alternativas profissionais e até dar coaching, se for preciso. Entretanto, em caso de urgência aqui encontram tudo o que precisam de saber sobre o que já é nosso.

Flexibilizadamente vossa,
Ernestina


publicado por flexbilizar ~ conciliar às 02:35
link | comentar

2 comentários:
De Jane & Cia a 3 de Maio de 2011 às 10:08
Esta revolução está crescente. Tenho mais um parecer a querer sair... mas ainda não se fez em palavras, em breve o comunicarei.

Continua! Continuem!


De Dadinha a 4 de Maio de 2011 às 22:00
Ernestina, desculpa a minha ausencia mas tenho andado a mil: a recuperaçao da minha mãe, resolução conflito no colégio, as tarefas da casa, e o meu cansaço.
Agora à noite estou um pouco melhor e vou aproveitar para ler alguns posts deste blog.

Eu sou advogada tenho toda a disponibilidade para participar ao nivel da informaçao e não só, mas tb devo esclarecer que esta fase da minha vda não é a melhor em termos de conhecimento juridico/legislativo do Direito do Trabalho.
Isto por duas razões:
1 - estou há 4 anos e meio sem exercer, o que a partida me afasta do ambiente tribunais/jurisprudencia e acordos do ambito do direito do trabalho. E ainda, não menos importante, implica falta de conhecimento sustentado de todas as actualizaçoes legislativas na área do Direito do Trabalho, que foram muitas.

2 - Quando exercia o Direito do Trabalho não era a minha área por excelencia. Os meus processos respeitavam essencialmente Direito Penal e Direito da Familia.

Mas vou tentar actualizar-me.

Concordo contigo na perfeiçao quando alertas para uma boa informaçao dos Direitos e Deveres. O que mais me assusta não é o seu desconhecimento mas a falta/apatia em procurar conhece-los e reivindica-los.

Li o post da Erica acerca do sistema da Noruega e pareceu-me muito interessante. Porque não utiliza-lo como orientador? Digo eu...


Comentar post



Facebook e-mail declaração de princípios
pesquisar
 
últimas notícias

Conquistar terreno no mer...

Esperar que as coisas aco...

Trabalho mais do que nunc...

Regresso ao Interior

Comercial - aprender para...

Má experiência com final ...

Compreender, focalizar, p...

Flexibilizar com Austerid...

Uma experiência de super-...

os nossos 10 mandamentos

tags

todas as tags

arquivo

Março 2012

Fevereiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

subscrever feeds