Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Flexibilizar para conciliar

Flexibilizar para conciliar

Flexibilidade

29.04.11, flexbilizar ~ conciliar
Hoje, um post (vários posts) deixou-me a pensar. Flexibilidade no trabalho, que bom que era…
Com frequência penso no que deixo de lado… Como trabalho, não acompanho e apoio o crescimento dos filhos como penso que necessitam. Se deixar de trabalhar que futuro lhes posso proporcionar?
E depois, conheço tantas mulheres que chegaram a uma certa idade, que não é preciso ser muita idade, e deixaram de ter oportunidade de trabalhar. Qualquer trabalho é uma bênção, a agarrar com ambas as mãos. Ainda para mais no interior.
Admiro as mães que conheço através de tantos blogs, que são mães a tempo inteiro. Às vezes pergunto-me se é opção ou falta dela? Não me revejo nesse papel a tempo inteiro. Recordo-me de um período em que estive desempregada. Recordo-me de me sentir inútil, parecia-me que não sabia fazer nada… Gosto de trabalhar, de desafios, do convívio com as pessoas.
Gostava sim de acompanhar mais os meus filhos, de estar mais presente. Ter tempo para os ir buscar à escola, fazer os trabalhos de casa com eles, ter tempo para brincar.
Estou um bocado cansada de ser a mãe que está em casa quando eles estão na escola, e que não está quando eles chegam a casa. Quando chego só dou ordens. Já fizeste os trabalhos de casa? Vai tomar banho! Vai por a mesa! Vá lá, come! Vai lavar os dentes! Vamos para a cama!
Só ordens e falta de paciência.
Já pensei várias vezes que gostava de trabalhar a meio tempo, ou com horário reduzido. Ganhar menos pode ser ganhar mais… menos dinheiro, mais qualidade de vida.
É um sonho que considero dificilmente concretizável.
Podia trabalhar por conta própria, mas que sei eu fazer? Não tenho um grande espírito empreendedor nem vivo numa região que facilite a sobrevivência de pequenos negócios.
Esperamos melhores dias… com o tempo tudo se resolverá, nem que seja quando os miúdos forem para a universidade. Fora de brincadeiras, acho que será antes disso. Para isso trabalhamos todos os dias, para procurar melhores soluções.


Barbara
http://meadadobada.blogspot.com/2011/04/flexibilidade.html